Estratégias e Planos de Acção de Biodiversidade específicos

Estratégias e Planos de Acção de Biodiversidade específicos

As Estratégias e os Planos de Acção são ferramentas cruciais para a implementação de qualquer actividade de Conservação da Biodiversidade. Em Moçambique, ao longo dos anos, têm vindo a ser desenvolvidas várias estratégias e planos de acção sobre determinados aspectos de biodiversidade, sendo que algumas ainda estão na fase de revisão. Nesta página estão listadas algumas das dessas principais estratégias.

Estratégia Nacional e Plano de Acção para a Gestão do Mangal em Moçambique 2018-2023

A Estratégia Nacional e Plano de Acção para a Gestão do Mangal em Moçambique é um documento que identifica as metas a alcançar em relação à gestão dos mangais no país e realça a necessidade de uma gestão efectiva, envolvendo todas as partes relacionadas ao ecossistema de mangal.

Estratégia Nacional para a Redução de Emissões de Desmatamento e Degradação Florestal, Conservação de Florestas e Aumento de Reservas de Carbono Através de Florestas (REDD+) (2016-2030)

Esta estratégia promove mecanismos de restauração e reabilitação de florestas degradadas ou desmatadas por meio de regeneração natural ou assistida, promovendo também a redução das causas de desmatamento e degradação florestal para aumentar as reservas de carbono, bem como estabelecer formas de controlo e uso sustentável.

Estratégia Nacional de gestão e Conservação dos Corais em Moçambique – 2020-2030 (em preparação)

Em preparação e análise pelas entidades-chave.

Estratégia Nacional de Adaptação e Mitigação de Mudanças Climáticas

Este documento tem em vista identificar áreas-chave de actuação e acções que podem ser levadas a cabo com vista a diminuir a gravidade dos impactos das mudanças climáticas através de acções de adaptação e de redução dos riscos climáticos e aproveitar as oportunidades de mitigação e desenvolvimento de baixo carbono que contribuam para a redução das emissões de Gases de Efeito de Estufa.

Plano de Acção Nacional para a conservação da Chita (Acinonyx jubatus) e Mabeco (Lycaon pictus) em Moçambique

Este Plano de acção para a conservação da Chita e Mabeco, tem por objectivo desenvolver a capacidade a nível da região em todos os domínios relacionados com a conservação destas espécies, melhorar o conhecimento da sua biologia da conservação e minimizar os conflitos e promover a sua coexistência com a população humana.

Estratégia e Plano de Acção para a conservação do Elefante (EN)

A Estratégia Nacional e o Plano de Acção para a Conservação e Gestão dos Elefantes em Moçambique procura manter e, sempre que possível, aumentar o número e o alcance das populações de elefante, os seus habitats e a biodiversidade associada, assegurando o pleno benefício económico para as populações nacionais e desenvolvimento local, incluindo as comunidades com os quais partilham a terra. Isto será conseguido através de conservação de elefantes e da sua área de distribuição através da prestação de protecção eficaz; gestão de populações de elefantes em colaboração com as partes interessadas locais; redução de conflito humano-fauna bravia através de mitigação, planeamento espacial e maiores benefícios para a comunidade; assegurando uma instituição e organização eficiente e enquadramento eficaz para a gestão dos elefantes; reforço da conservação dos elefantes através de políticas e legislação mudança e gestão unificada; e melhor comunicação a todos os níveis e sectores da sociedade.